Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content

Equipe de Ribeirão Pires conquista bons resultados no Campeonato Brasileiro de Paramotor e Paratrike

Cidade tem grupo de 20 pilotos que praticam o esporte embelezando os céus da Estância

Equipe de pilotos de Ribeirão Pires deixou sua marca no Campeonato Brasileiro de Paramotor e Paratrike realizado em Nova Odessa, entre os dias 14 e 17 de março. Os atletas conquistaram duas posições no pódio da disputa, promovida pela CABPP – Confederação Aerodesportiva Brasileira de Paramotor e Paratrike. A competição contou com a participação de 63 pilotos de todo o Brasil e do Paraguai.

Ribeirão Pires conquistou a medalha de ouro com o piloto Marcelo Martins, mais conhecido como Matché, na prova de paratrike clássico. Ele pratica o esporte desde 2018 e comemorou a conquista. “A competição é muito empolgante, mas o maior desafio foi superar limites e cometer o mínimo de erro durante as provas. Eu consegui a minha melhor pontuação, que foi 3992 pontos, de um máximo de 4000. Quase sem perder ponto nenhum”, comemorou Matché.

Outro destaque da competição foi na categoria feminina com a piloto Natália Nobre Reis, que estreou na competição e já conquistou terceiro lugar. Praticante de paramotor costal desde 2021, ela disse que foi uma experiência apaixonante. “Eu que adoro um Cross (voar distâncias de um ponto a outro) e achei que não ia gostar das provas, mordi a língua. Adorei cada desafio, cada tentativa de pontuar e de superação. Foi experiência que jamais será esquecida”, ressaltou Natália, que mora em Ribeirão Pires há 30 anos. Antonio Carlos Souza também representou Ribeirão Pires e terminou a prova em 14ª colocação.

O paramotor é a modalidade esportiva composta de um parapente com motor e hélice, que dá propulsão, propiciando a decolagem de qualquer local, diferente do voo livre que, normalmente, depende de um morro para decolar. No campeonato, os pilotos disputam provas de economia, navegação e precisão. A competição no formato clássico teve duas categorias, a Light e a Clássica nas modalidades paramotor costal, paratrike solo e paratrike duplo.

Ribeirão Pires mostra crescimento do esporte – Recentemente, olhares dos apaixonados por aventuras se voltaram aos céus da Estância: Ribeirão Pires ganhou, em 2023, sua primeira equipe de paramotor. Há cerca de oito anos, pequeno grupo de pilotos já fazia voos pela cidade. No ano passado, a Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer da Prefeitura garantiu estrutura necessária para a implantação do agora chamado ‘Pico do Paramotor’. O movimento cresceu e agora mais de 20 pilotos já participam das atividades no município.

O grupo pratica sobrevoos na cidade, inclusive interagindo com o público de grandes eventos, como o Festival do Chocolate. A próxima agenda da equipe de Paramotor de Ribeirão Pires acontecerá em abril, na 2ª edição da Revoada, com pouso previsto no Parque Oriental. “Nossa cidade tem muito potencial para explorar esportes radicais em diversas modalidades. Temos uma gestão que apoia essas iniciativas, que acabam despertando o interesse de atletas de outras cidades e também são incentivo para as futuras gerações”, destacou o prefeito de Ribeirão Pires, Guto Volpi.

Skip to content