Notícias


Voltar

16/11/2021Informe Coronavírus - Novembro 2021

Porque é importante se vacinar ?

A vacina funciona como estratégia de prevenção a doenças e tem por objetivo reduzir a morbimortalidade causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) , além de realizar o funcionamento dos serviços de saúde e a manutenção dos serviços essenciais. 

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, uma em cada seis pessoas infectadas pelo SARS-CoV-2 desenvolvem formas graves da doença. Pessoas idosas e/ou com morbidades, a exemplo de pessoas com problemas cardíacos e pulmonares, diabetes ou câncer, dentre outros, têm maior risco de evoluírem para formas graves da doença. 

 

Os casos confirmados de COVID-19 totalizam no Brasil em 14.592.886 e 401.417 óbitos, dados até 30/04/2021. 

 

 

Vacinas disponíveis:

 

No Brasil, há dois tipos de vacina disponíveis contra o coronavírus. A Coronavac, Astrazeneca/Oxford, Pfizer/BionTech e Janseen. Com excessão da Janssen, as demais dependem de duas doses para se alcançar a imunidade.

 

Coronavac: Intervalo de  21 à 28 dias entre primeira e segunda dose.

 

Oxford/Astrazeneca: Intervalo de 12 semanas entre a primeira e a segunda dose.

 

Pfizer/BionTech: Intervalo de 8 semanas entre a primeira e segunda dose  

 

 

 

Precauções:

 

Como todas as vacinas, diante de doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se o adiamento da imunização até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença. 

 

 


Não há evidências, até o momento, de qualquer preocupação de segurança na vacinação de indivíduos com história anterior de infecção ou com anticorpo detectável pelo SARS-CoV-2;

 


É improvável que a vacinação de indivíduos infectados (em período de incubação) ou assintomáticos tenha um efeito prejudicial sobre a doença. Entretanto, recomenda-se o adiamento da vacinação nas pessoas com quadro sugestivo de infecção em atividade para se evitar confusão com outros diagnósticos diferenciais. Como a piora clínica pode ocorrer até duas semanas após a infecção, idealmente a vacinação deve ser adiada até a recuperação clínica total do quadro respiratório e pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas ou quatro semanas a partir da primeira amostra de PCR positiva em pessoas assintomáticas.

 


Pacientes que fazem uso de imunoglobulina humana devem ser vacinados com pelo menos um mês de intervalo entre a administração da imunoglobulina e a vacina, de forma a não interferir na resposta imunológica.

 


• A inaptidão temporária a doação de sangue e componentes associada ao uso de vacinas são:

 


Vacina adsorvida covid-19 (inativada) - Sinovac/Butantan: 48 horas após cada dose.
 

 


Vacina covid-19 (recombinante) - AstraZeneca: 7 dias após cada dose.

 

 

 

Grupo e Faixa-Etária da vacina

 

Considerando a atual disponibilidade de doses da vacina, se faz necessário a definição de grupos prioritários para a imunização. Nesse cenário, o grupo de pessoas que têm maior risco para agravamento da doença e óbito deverão ser priorizados.

 Além disso, no contexto pandêmico que se vive, com a maioria da população ainda suscetível à infecção pelo vírus,  é prioridade a manutenção do funcionamento da força de trabalho dos serviços de saúde e a manutenção do funcionamento dos serviços essenciais.

 

 

Atualmente, na cidade de Ribeirão Pires, estamos vacinando:

 

Grupo Prioritário: Pessoas a partir dos 12 anos de idade (Primeira e segunda dose)

Dose de Reforço: Pessoas com 50 anos ou mais (Que tenham completos 6 meses da segunda aplicação)

 

 

Local - Horário e  Documentos necessários:

Todas as Unidades Básicas de Saúde e da Família

Datas: Segunda à Sexta 

Horário: 8h às 16h

Sábado - apenas na UBS Centro.

 

Endereços:

 

UBS Centro ( Rua virgílio Gola, 24)

 

UBS Centro Alto (R. Aurora, 61)

 

USF Jardim Caçula (R. Fagundes Varela, 08- Represa )

 

USF Jardim Valentina (R. Francisco Tometich,905)

 

USF Vila Sueli (R. Antônio Zampol,221)

 

USF Jardim Guanabara ( R. Firmino G. Pereira, 298 )

 

USF Santa Luzia (Rua Professor Antônio Nunes, 551)

 

USF Ouro Fino (Rod. Índio Tibiriçá, 2725) 

 

USF IV Divisão (Estr. Da Sondália,520)

 

USF Jardim Luso (R. Júlio Prestes, 22)

 

 

 

Documentos Necessários: CPF, documento com foto e comprovante de residência de Ribeirão Pires no nome da pessoa.

Segunda dose ou dose de reforço: É necessário a carteirinha de imunização e documento com foto e número do CPF

 

A Prefeitura de Ribeirão Pires recomenda a realização do Cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br para agilizar o processo de imunização. 

 

 

Vacinômetro - última atualização 12/11:

 

1ª dose: 94.945

2ª dose: 87.122

Dose Única: 3.330 

Dose de Reforço: 9.918