Notícias


Voltar

22/02/2021Currículo escolar de alunos do Fundamental é debatido em Ribeirão Pires

Equipe pedagógica e coordenadores de escolas municipais traçam diretrizes para garantir o aprendizado e atender à Base Nacional Comum Curricular

O atendimento da grade curricular para estudantes do Ensino Fundamental I e II (1° ao 9° ano) durante o período de ensino remoto é uma das prioridades para as equipes da Secretaria de Educação Municipal de Ribeirão Pires. O cumprimento das atividades dentro do que estabelece a Base Nacional Comum Curricular foi tema de reunião realizada no final da última semana entre equipe pedagógica e coordenadoras das unidades escolares. 

“A equipe de orientação pedagógica da rede municipal, coordenadores e diretores das escolas estão dialogando e construindo, de forma integrada, o planejamento deste ano letivo. Esse trabalho é feito de forma ordenada, estruturado de acordo com as diretrizes do Ministério da Educação, por meio da BNCC – Base Nacional Comum Curricular”, explicou a secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco. 

“Aprendemos muito com as ações de enfrentamento à pandemia do coronavírus e seguimos em constante aperfeiçoamento e adaptação para atender os estudantes, considerando as necessidades de cada uma das crianças. Além de cumprirmos a etapa de ensino referente a este ano letivo, também estamos mobilizados para identificar possíveis defasagens e reforçar nossas ações para garantir o aprendizado”, avaliou a responsável técnica pela equipe de orientadoras pedagógicas da rede, Nádia Ferreira Primon.

A rede municipal de Ribeirão Pires atende cerca de 3.300 estudantes do Ensino Fundamental I e II, em nove unidades que atendem as séries destes segmentos. A cidade conta, no total, com 33 escolas municipais. Há cerca de 7 mil alunos matriculados na rede. Até o final deste mês, todos os estudantes, do Infantil ao Fundamental II, participam de atividades remotas de acolhimento e integração. 

A partir de março, o trabalho será reforçado por meio de plataforma digital, por onde pais ou responsáveis terão acesso às atividades propostas pelos professores. Estudantes que não tenham acesso à Internet receberão as atividades impressas.