Notícias


Voltar

08/08/2017Festival do Chocolate 2017 estimulou turismo local e promoveu a solidariedade

Em ambiente familiar e resgatando as raízes da festa, evento reuniu cerca de 100 mil pessoas em sete dias de programação

A 11ª edição do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires, realizada nos dias 22 de julho e nos finais de semana de 28 de julho a 6 de agosto, marcou a retomada do evento no calendário municipal. Importante ação de fomento ao turismo local, a festa reuniu cerca de 100 mil visitantes nos sete dias de programação – público rotativo durante todo o dia - e teve saldo positivo de arrecadação de alimentos. Foram mais de 30 toneladas de mantimentos que já estão sendo separados para a entrega à 55 entidades sociais da cidade.

“O Festival do Chocolate deste ano resgatou sua proposta inicial, que é estimular a economia da cidade e impulsionar o potencial turístico da Estância utilizando como mote a gastronomia de qualidade, em ambiente seguro e familiar. Estamos empenhados em retomar e fortalecer os festejos tradicionais de Ribeirão Pires, prezando sempre pela história dessas festas, buscando o resgate da autoestima dos moradores e a valorização das incontáveis belezas da cidade para todo o Estado de São Paulo”, declarou o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko.

A Prefeitura de Ribeirão Pires, realizadora do evento, em parceria com a Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires (ACIARP), reestruturou a festa e apresentou novidades ao público: uma Tenda Gastronômica decorada e preparada para acomodar os apreciadores dos doces e salgados oferecidos pelos 35 chalés que mantiveram o estilo tradicional de casinha, marca do Festival do Chocolate. Na área de artesanato, oito chalés ofereceram produtos variados, entre bonecas, roupas para pets e licores.

Outra novidade apresentada pela organização durante o evento foi a abertura dos portões aos sábados e domingos sem a obrigatoriedade de apresentação do ingresso, trocado por um quilo de alimento não perecível, exceto sal e açúcar. Com isso, desde o meio dia até por volta das 18h, a organização estimulou a movimentação do público nas áreas de gastronomia e artesanato. Crianças de até seis anos não precisaram apresentar os ingressos, que também foi opcional para idosos. 

“Como grande parte do público estava habituada a apresentar os ingressos apenas para as atrações principais, no final da noite, avaliamos a necessidade da abertura dos portões em parte do dia em que os visitantes prestigiam a festa para aproveitar os produtos dos chalés e as atrações locais. Foi uma decisão acertada que alavancou a movimentação, já que a maior parte do público compareceu ao evento nesses horários, de forma rotativa”, disse o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da cidade, Marcelo Menato.

“A realização do Festival do Chocolate em um formato mais modesto em relação a outras edições garantiu menor demanda de investimentos públicos. Entretanto, devemos ressaltar à população que este investimento é fundamental para a cidade, não pela questão do lazer oferecido aos visitantes, e sim pelo retorno que as ações de fomento ao turismo trazem para os moradores e para o comércio local. O Festival movimenta a cidade durante o período de sua realização e também fortalece nossas ações turísticas que geram novas fontes de receita, emprego e renda para os trabalhadores”, finalizou Menato

“Neste ano, a retomada do Festival do Chocolate foi um grande avanço para a cidade. Assim como fizemos em outros festejos, como a Festa do Pilar e a Festa de Santo Antônio, prezamos pela segurança dos visitantes, pelo conforto e pelo resgate das tradições da cidade, como forma de valorizar os potenciais de Ribeirão Pires. Recebemos com alegria depoimentos de pessoas que aprovaram as modificações realizadas nesta edição e também sugestões feitas tanto pelo público, como pelos expositores dos chalés, que certamente serão consideradas para o planejamento do Festival em 2018”, avaliou o vice-prefeito Gabriel Roncon. 

Durante o Festival, estudantes do curso de Técnico de Eventos da ETEC Ribeirão Pires aplicaram pesquisa de avaliação desta edição com 573 pessoas que prestigiaram a festa. Do total, 53% dos entrevistados são turistas. 

Programação cultural e esportiva da 11ª edição da festa

Durante os seis dias de programação da festa no Complexo Ayrton Senna (28 de julho a 6 de agosto), os visitantes aproveitaram as opções gastronômicas e de entretenimento ao som de mais de 30 atrações musicais e de dança. Cerca de 80% da programação foi formada por artistas locais. O evento abriu espaço para professores da rede municipal, para a fanfarra dos alunos da Escola Municipal Eng. Carlos Rohm e para talentos musicais como Gullivera, Paloma Bastos, Mandagoró, Siderais e Remake. 

Capoeira, sessões de zumba e atividades para o público infantil também movimentaram a festa, que contou ainda com a exposição de artes “Pontos Históricos de Ribeirão Pires”, com obras de Paulo Acencio. O renomado pintor realizou, no dia 29 de julho, uma “Live Panting” para cerca de 20 pessoas, com o sorteio do quadro feito ao vivo por Acencio. 

Seguindo a tradição do Festival do Chocolate, a cada noite o evento recebeu uma atração de destaque do cenário musical brasileiro. Subiram ao palco principal nesta edição Inimigos da HP; Ultraje a Rigor; Titãs; Rio Negro & Solimões; Ira!; e Guilherme e Santiago. Aos domingos, a festa ofereceu, no período da manhã, atrações especiais para o público infantil, com destaque para o espetáculo “Desconforto”, do Palhaço Conforto e Bob Zoom. 

Nesta edição, o Festival do Chocolate teve início em grande estilo. No dia 22 de julho, abertura oficial do evento, a Praça Central da cidade recebeu apresentação gratuita da Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP, sob a regência do renomado maestro João Carlos Martins. 

Também novidade do Festival do Chocolate de Ribeirão Pires foi a realização da 1ª Choco Run, corrida e caminhada de 5 Km e 10 Km, nas categorias feminino e masculino. Os melhores colocados na prova participaram do Desafio do Coelho, corrida super rápida em trajeto de apenas 1 Km. Foram cerca de 700 atletas participando da Choco Run nesta primeira edição. A lista de classificação dos atletas está disponível no site: www.cronoserv.com.br/resultados.

Atrações gastronômicas e de artesanato

Além das novidades no formato da festa, com a estruturação de Tenda Gastronômica, o 11º Festival do Chocolate apresentou ao público novidades de doces e salgados. Os expositores entraram na “onda gourmet” e levaram ao evento produtos como a pororoca gourmet (pipoca saborizada de Leite Ninho ou de Ovomaltine); batata frita com chocolate; pamonha com chocolate; maça gourmet caramelizada; e a cream soda. A festa ribeirãopirense abriu espaço para a gastronomia internacional, com opções de massas, pratos mexicanos e orientais. 

Itens comercializados em edições anteriores mantiveram sucesso no Festival deste ano, como o morango com chocolate no palito, o merenguedeiro, o strogonoff de chocolate, além do churrasco grego e das incontáveis opções de lanches. 

Na área do artesanato, o Fundo Social de Solidariedade foi um dos chalés de destaque, oferecendo ao público itens feitos por artesãos da cidade, entre eles postais de pontos turísticos da cidade feitos com aquarela, peças em mosaico e bonecas de pano. Parte dos valores arrecadados com as vendas foi destinada ao Fundo Social, para a utilização em projetos sociais da cidade. Cestas e decorações; roupas e acessórios para cães e gatos; licores artesanais; tapetes e produtos em tricô e crochê também foram itens apresentados por expositores no evento.

11º Festival do Chocolate estimula a solidariedade

O Festival do Chocolate cumpre importante papel não apenas para o estímulo da atividade econômica em Ribeirão Pires, mas também contribui com centenas de famílias da cidade. Neste ano, a organização arrecadou, com a troca de ingressos, toneladas de alimentos que serão destinados à 55 entidades que promovem ações sociais no município. 

“É motivo de orgulho saber que visitantes do Festival do Chocolate, moradores ou pessoas de outras cidades, estão contribuindo e participando deste espírito solidário do evento, com a doação de alimentos que vão ajudar centenas de famílias atendidas por instituições de Ribeirão Pires. Essa é uma forte corrente do bem que queremos fortalecer a cada dia mais”, declarou a presidente do Fundo Social de Solidariedade e primeira dama de Ribeirão Pires, Flávia Dotto. 

Os alimentos foram entregues pelos nove pontos de troca de ingresso ao Fundo Social de Solidariedade da cidade. Os mantimentos foram separados com o auxílio dos estudantes do programa Jovem Aprendiz do CAMP SBC. 

Autoridades prestigiam 11º Festival do Chocolate

Centenas de pessoas de todo o Estado prestigiaram o Festival do Chocolate neste ano. A festa recebeu ilustres visitas, como a do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, Márcio França, que passou pelo evento no dia 30 de julho. França conheceu a estrutura da festa e destacou a importância do evento para o turismo local.

“Ribeirão Pires tem diversas qualidades. A principal é ser a Estância mais próxima da capital (São Paulo), com facilidade no deslocamento”, avaliou. O vice-governador observou, ainda, que com a queda do número de viagens de avião, é preciso criar alternativas para o turismo. “Esse evento é um bom exemplo. Temos que preparar as cidades que são Estâncias, como é o caso de Ribeirão, para que haja mais atrações”, concluiu.

No dia 29, o Festival do Chocolate recebeu o deputado federal Walter Ihoshi. “Essa é uma festa tradicional, uma das maiores do Estado. As pessoas devem vir para aproveitar a gastronomia e a música. A população de Ribeirão Pires está de parabéns”, declarou à ocasião.

O deputado estadual Caio França também prestigiou o 11º Festival do Chocolate na sexta-feira, dia 4 de agosto. 

 

 



Prefeitura Municipal de Ribeirão Pires