Notícias


Voltar

12/03/2019Prefeitura trabalha no atendimento à ocorrências e famílias após fortes chuvas na cidade

Desde o final da noite de domingo, dia 10, equipes da Prefeitura estão mobilizadas no atendimento à ocorrências em todo o município

Equipes de diferentes setores da Prefeitura de Ribeirão Pires atuam desde a noite deste domingo, dia 10, no atendimento às ocorrências registradas no município devido às fortes chuvas. Em poucas horas, o volume pluviométrico atingiu a marca de 172 mm – o que era esperado para todo o mês. 

A Defesa Civil Municipal registrou, da noite de domingo até o final desta terça-feira, 92 ocorrências – grande parte deslizamentos de terra (58 casos). Também foram registradas quedas de árvore (13), pontos de alagamento (5) e desabamentos (16).

A Prefeitura reuniu equipe técnica de trabalho para avaliar e atender todas as ocorrências registradas e reforçar as ações de alerta aos moradores das áreas de risco. 

Interdições e suporte:

Bairro São Caetaninho (onde houve deslizamento de terra com vítimas) - Nove imóveis – 22 pessoas. Famílias estão sendo cadastradas no programa de auxílio moradia e optaram por permanecer em casas no bairro. 

Jardim Mirante – Quatro imóveis interditados – 15 pessoas. Famílias estão sendo cadastradas no programa de auxílio moradia e abrigadas em casa de amigos ou familiares. 

Todas as famílias removidas de suas residências estão recebendo o suporte da Prefeitura e do Fundo Social de Ribeirão Pires – alimentação, kits de higiene, entre outros itens. 

Na Avenida Rotary, seis imóveis foram interditados – as famílias foram encaminhadas a casas de familiares e conhecidos por medida de precaução enquanto persistir a chuva. 

Ação nas ocorrências - A Prefeitura mobiliza equipes da Defesa Civil Municipal, Guarda Civil Municipal, Assistência Social, Serviços Urbanos (desobstrução de vias, limpeza e remoção de árvores que caíram), Transportes e Trânsito (segurança no sistema viário), Habitação e Meio Ambiente (atualização do mapeamento das áreas de risco e reforço no alerta aos moradores). 

Deslizamento com vítimas - O caso mais grave de deslizamento foi registrado no bairro São Caetaninho, na Rua Alexandrina da Silva Aguiar. Deslizamento de terra atingiu imóvel em que estavam seis pessoas. O caso ocorreu por volta da meia-noite de segunda-feira, dia 11. Seis pessoas estavam na casa atingida. Duas pessoas sobreviveram e foram encaminhadas ao Hospital Nardini, em Mauá (uma mulher de 52 anos e uma menina de 9). Quatro vítimas fatais da ocorrência foram localizadas e retiradas do local entre a madrugada e a manhã de segunda (três homens de 22, 32 e 33 anos; e uma mulher de 35 anos).

A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil Municipal, com suporte e acompanhamento da Defesa Civil do Estado e do Instituto de Geologia do Estado de São Paulo. 

O imóvel atingido pelo deslizamento era uma construção irregular. Em 2017, a Prefeitura realizou notificação à famílias que residiam em casas situadas em um dos lados da Rua Alexandrina da Silva Aguiar. Nessa ação, o imóvel atingido nessa madrugada não existia – sua construção foi posterior.

Medidas preventivas – A Prefeitura realiza permanentemente intervenções estruturais na cidade para prevenir deslizamento de terra, queda de árvores, entre outras ocorrências. Por exemplo, a Secretaria de Serviços Urbanos da Prefeitura deu início, nesse ano, à construção de nova galeria pluvial na Avenida Kaethe Richers. 

Nos bairros Barro Branco e Santa Luzia foram realizados nesse ano serviço de limpeza de córregos situados na Rua Pedro Ripoli e na Pereira Barreto, respectivamente. Galerias de captação de águas pluviais também receberam manutenção, entre as quais a situada na Rua Ângelo Scomparim, no bairro Santana. Em Ouro Fino, a equipe de manutenção da Secretaria de Desenvolvimento Regional promoveu os serviços de limpeza de valetas de água pluvial, construção e desobstrução de galerias nas Ruas Guaiçara, Casemiro Orosco, Marley, Bragança, Nilópolis e Passo Fundo, nas Avenidas Vereador Rubens Maziero e Flórida, e Estrada do Simeão.

Em novembro de 2018, a Defesa Civil Municipal, com o apoio da Secretaria de Transportes e Trânsito e do Corpo de Bombeiros, realizou a limpeza e desobstrução da galeria pluvial localizada na Rua Euclides da Cunha, na região central da cidade. A Rua Rússia recebeu a construção de novas caixas de captação de águas de chuva. O serviço de limpeza, desobstrução e manutenção de córregos e galerias atendeu a Rua Marley, córrego da Estrada da Cooperativa, galeria da Rua Aspásia e boca de lobo na Rua Rio Grande da Serra, também em novembro do ano passado.

 

 



Prefeitura Municipal de Ribeirão Pires