Notícias


Voltar

06/12/2018Ribeirão Pires reforça ações de prevenção à violência contra a mulher

Campanha “Laço Branco – Homens pelo fim da violência contra a mulher” reuniu profissionais da Prefeitura, alunos e professores da rede estadual

 

Na manhã desta quinta-feira, dia 6, alunos do ensino médio e profissionais das escolas estaduais Farid Eid, do Jardim Caçula, e Valentino Redivo, do Jardim Valentina, além de profissionais de diversas secretarias municipais, participaram de mesa de debate sobre “Violência Contra a Mulher, urgência social brasileira”. Cerca de 50 pessoas acompanharam o evento, que faz parte da campanha regional “Laço Branco – Homens pelo fim da violência contra a mulher”, promovida pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

Em Ribeirão Pires, a atividade foi realizada pelo Consórcio em parceria com a Casa da Juventude, ligada à SPAIS - Secretaria de Participação e Inclusão Social, com apoio das secretarias de Saúde e de Assistência Social e Cidadania do município.

“A trajetória da mulher desde a pré-história é pautada por muita violência. Hoje a mulher consegue cada dia mais protagonismo na cena social. Viemos mostrar que o machismo mata e a maioria das violências acontecem dentro de casa, com homens conhecidos e próximos das vítimas como tios, irmãos, pais, namorado, marido”, explica Edglay de Souza André, psicólogo da Casa da Juventude.

“Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, o Brasil é o 5º país que mais mata mulheres no mundo. A cada sete minutos, uma mulher é agredida fisicamente no País, e a cada duas horas uma mulher é assassinada”, conclui.

Foram discutidos os temas “Necessidade do atendimento aos homens autores de violência contra a mulher no município de Ribeirão Pires”, ministrada por Edglay de Souza André; “As atribuições do SUAS na perspectiva da prevenção e enfrentamento da violência contra a mulher e os desafios para sua efetivação”, por Kátia Néris – assistente social e coordenadora do CRAS Jardim Caçula; e “A necessidade de uma rede de atendimento para a população feminina e a garantia de eficiência”, por Janaína Moura, assistente social do CAPS AD do município. Participou também da mesa de debate Jaqueline Alves, representante do Coletivo Mulheres na Trincheira e membro da OAB de Ribeirão Pires.

“A atividade de hoje também reforça as ações de conscientização, enfrentamento e prevenção ao bullying e ao suicídio realizadas nas escolas estaduais Farid Eid e Valentino Redivo, neste ano. As intervenções foram realizadas pela equipe da Casa da Juventude, sempre com o objetivo de construir uma sociedade melhor”, declara a secretaria de Participação e Inclusão Social, Elza da Silva Carlos – Elzinha.



Prefeitura Municipal de Ribeirão Pires