Radares móveis devem começar a funcionar em 10 dias


Criado em 12/05/2015

Cidade contará com equipamentos para ampliar segurança de motoristas e pedestres

A Estância Turística de Ribeirão Pires passará a ter fiscalização por radares estáticos (conhecidos como “radares móveis”) em cerca de dez dias. Os equipamentos estão passando por aferição e certificação do INMETRO, mas já podem ser vistos em ruas e avenidas da cidade. A medida tem como objetivo aumentar a segurança de motoristas e pedestres, garantindo que as normas de trânsito sejam respeitadas.

Os radares móveis fiscalizarão as principais vias da Estância, inclusive algumas onde a velocidade foi redefinida e passou de 60 km/h para 50 km/h. “Por hora, os aparelhos só estão sendo instalados, ainda não vão autuar os condutores que ultrapassarem a velocidade permitida. O mesmo acontece com radares de velocidade e avanço de sinal (semáforo) que nos próximo dias passarão a fiscalizar e aumentar a segurança dos motoristas”, explicou o secretário de Transportes e Trânsito, Rubens de Almeida Sousa.

A instalação dos equipamentos fixos, que serão localizados em dois pontos na Avenida Humberto de Campos, já aconteceu e poderão passar a funcionar nos próximos dias. A velocidade nesses pontos também diminuiu. Em alguns pontos críticos, como na Avenida Santo André onde ocorre a travessia de muitos usuários da APRAESP, ou na Avenida Francisco Monteiro, próximo ao destacamento da Polícia Militar, a velocidade deverá diminuir ainda mais, passando para 40 km/h. A Secretaria de Transportes e Trânsito também está realizando outros estudos para a instalação de outros novos pontos de radares fixos na cidade.

“Todas essas mudanças são para beneficiar os condutores e os pedestres, oferecendo maior segurança. Quem segue as normas de trânsito e entende a importância de uma conscientização maior sobre práticas seguras, não será prejudicado. Os equipamentos são para punir quem infringir leis”, afirmou o prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides.