Prefeitura solicita liberação de recursos federais para saúde


Criado em 04/12/2014

Em reunião com Ministério da Saúde, prefeito Saulo Benevides pede agilidade no repasse de verba para projetos como novo Complexo de Especialidades

Nesta quarta-feira, dia 03, o prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides solicitou ao Ministério da Saúde a liberação de recursos federais para a execução de projetos para a ampliação e modernização da estrutura da rede municipal. O Chefe do Executivo, acompanhado pelo secretário adjunto de Saúde, Edinaldo Paulo dos Reis, pleiteou o apoio da União durante reunião com o assessor especial do Ministério, Carlos Jorge Martins, em Brasília.

Entre os projetos já apresentados ao Ministério da Saúde, que aguardam recursos para que sejam viabilizados, está o Complexo de Especialidades, que prevê, inicialmente, a construção de unidade que abrigará os serviços de Especialidades Médicas, que funciona atualmente dentro do Hospital e Maternidade São Lucas, de Infectologia, Saúde Mental e Vigilância Sanitária e Epidemiológica. O projeto, orçado em R$ 6 milhões, já teve R$ 2,5 milhões aprovados pelo Governo Federal – verba proveniente de emenda parlamentar.

A liberação de recursos para a construção de três novos Centros de Atenção Psicossociais também foi solicitada pelo Chefe do Executivo ribeirãopirense. Os projetos cadastrados pelo Município já foram aprovados pela União, que deverá repassar cerca de R$ 1,1 milhão para cada uma das unidades, que irão substituir a que já estão em funcionamento. O objetivo é ampliar e modernizar o espaço de atendimento aos pacientes da saúde mental em unidades próprias – os CAPs funcionam atualmente em espaços locados.

“Nossas equipes trabalham em importantes projetos para a saúde. Desde o último ano, pleiteamos recursos junto ao Estado e à União para viabilizar as melhorias necessárias. Nosso compromisso é com a população. Não pouparemos esforços para modernizar a rede de atendimento, garantindo mais estrutura para as equipes médicas e de enfermagem e acolhendo com mais conforto os pacientes”, declarou o prefeito da Estância, Saulo Benevides.

Durante a reunião, a Prefeitura também solicitou que o auxílio para o custeio do novo hospital da cidade, em fase de construção, seja antecipado. A Secretaria de Saúde e Higiene está elaborando estudo sobre a produção do Hospital e Maternidade São Lucas, com a estimativa de investimentos destinados mensalmente pelo município à unidade. Até que o novo hospital seja inaugurado, o Executivo solicita auxílio para manter o São Lucas. Quando a nova unidade hospitalar estiver em funcionamento, a Prefeitura atualizará as informações e solicitará complementação de recursos.