UPA de Ribeirão Pires moderniza diagnóstico por raio-x


Criado em 06/10/2014

Unidade digitaliza resultado do exame, que dá nitidez à imagem e garante mais segurança à médicos e pacientes

A Unidade de Pronto Atendimento Santa Luzia, em Ribeirão Pires, moderniza mais um procedimento realizado em diagnóstico de pacientes.  No último mês, a Secretaria de Saúde e Higiene da cidade instalou novo sistema digital de transmissão de resultados de raio-x. Os exames, que antes eram avaliados pelo médico pelo modo tradicional, agora são digitalizados e enviados com todas as informações sobre o paciente por meio de rede aos consultórios da UPA.

"Estamos seguindo a risca nosso compromisso com a saúde. Gradativamente, todos os setores estão sendo modernizados. Isso permite aos nossos profissionais da área atender melhor a população e salvar vidas todos os dias", declarou o prefeito da Estância, Saulo Benevides.

Mensalmente, a Prefeitura está investindo cerca de R$ 6 mil na locação do sistema utilizado no processo, que permite, inclusive, o tratamento da imagem para garantir melhores resultados. Entre as vantagens da tecnologia digital para resultados do raio-x está a possibilidade evitar a repetição do exame para conseguir bom resultado da imagem, reduzindo, com isso, a exposição dos pacientes à radiação.

Uma das técnicas de raio-x da UPA Santa Luzia, Aline Santana, aprova e atesta  a qualidade do exame digitalizado. “A imagem sai melhor e mais nítida, diferente do resultado tradicional”, avaliou.

A equipe médica também indica melhorias com o uso do novo sistema. “É ótimo. A imagem fica mais nítida para o diagnóstico. Os arquivos digitalizados também permitem melhor controle dos resultados, que podem ser revistos em consultas posteriores, se necessário, dando mais segurança tanto para o médico quanto para o paciente”, explicou a médica clínica geral da UPA, Dra. Michelle Lima.

Todos os dias, a UPA Santa Luzia recebe até 500 pacientes. Em média, são realizados 130 exames de raio-x diariamente. Quando solicitado pelo médico, o raio-x é feito, nos casos simples, em até cinco minutos, e o resultado é enviado no mesmo instante pelo sistema aos computadores de todos os consultórios médicos da UPA. A unidade realiza os exames para pacientes de urgência e emergência que passam pelo local e também alguns pacientes da Atenção Básica – Unidades Básicas de Saúde – com a apresentação de prescrição médica.

Ribeirão Pires investe na modernização da medicina diagnóstica

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde e Higiene, investe em ações e projetos para estimular hábitos saudáveis, conscientizar sobre a prevenção à doenças e garantir mais qualidade aos serviços oferecidos à população.

“Estamos investindo na modernização do serviço para ampliar o número de pessoas atendidas e garantir os recursos necessários para nossos profissionais realizarem diagnósticos cada vez mais precisos, aumentando os índices de eficiência nos tratamentos e até mesmo de prevenção à doenças graves”, explicou o secretário de Saúde e Higiene da Estância, Koiti Takaki.

Desde agosto deste ano, as equipes da Unidade de Pronto Atendimento Santa Luzia contam com raio-x móvel, que auxilia os profissionais na realização do exame em pacientes no setor de emergência, na ala de isolamento e alas de observação. A rede municipal de saúde de Ribeirão Pires já possuía dois aparelhos de raio-x fixos – um no Hospital e Maternidade São Lucas e um na UPA Santa Luzia. O aparelho móvel facilita a realização do exame para casos de difícil mobilidade de paciente.

“Esta é uma aquisição fantástica. A manipulação é melhor e o esforço das equipes para a realização de um exame de raio-x em um paciente entubado, por exemplo, é muito menor”, opinou o médico emergencista da UPA Santa Luzia, Dr. Laerte Rodrigues Júnior.

Também no mês de agosto, a rede municipal de saúde ganhou novo laboratório de análises clínicas. A unidade, localizada até então no Hospital e Maternidade São Lucas, foi transferida e instalada no novo Hospital municipal, que está em construção.

Todos os dias, o laboratório de análises clínicas da Prefeitura realiza média de 1.200 exames, atendendo a demanda de cerca de 280 pacientes, tanto da Atenção Básica e Especializada, como urgência e emergência. Com a nova estrutura, o aperfeiçoamento técnico das equipes e a utilização de tecnologia de ponta, o laboratório de análises clínicas da rede tem capacidade para realizar até oito mil exames por dia.

Desde o último ano, o setor de diagnóstico já apresenta melhorias. O tempo de espera para a realização dos exames dos setores de urgência e emergência caiu de até seis horas para menos de 120 minutos, dentro dos padrões internacionais de saúde. Os resultados para os exames de rotina também saem mais rápido. Antes, os exames eram liberados em até 30 dias. Agora, o tempo caiu para até 72 horas.