Carreta da Mamografia atendeu mais de 660 mulheres em Ribeirão


Criado em 23/09/2014

De 02 a 20 de setembro, moradoras realizaram exame gratuitamente pelo programa estadual “Mulheres de Peito”

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou balanço de atendimentos da carreta-móvel da mamografia em Ribeirão Pires, pelo programa “Mulheres de Peito”. Do dia 02 a 20 de setembro, foram realizados 664 exames gratuitamente na unidade, que ficou estacionada na antiga rodoviária da cidade.

Por dia foram disponibilizadas 50 senhas para a realização da mamografia, com atendimentos de segunda a sábado. Pelo programa, o resultado é entregue em até 48 horas após a realização do exame, na própria carreta.

Para o secretário de Saúde e Higiene da Estância, Koiti Takaki, o serviço facilita o acesso das pacientes ao exame, que hoje é feito em unidades de referência do Estado fora da cidade. “Moradoras da faixa etária priorizada foram incentivadas a realizar a mamografia, que identifica possíveis casos de câncer de mama. Isso porque o procedimento é feito de forma simples, sem a exigência de pedido médico, e o resultado é rápido”, avaliou Takaki.

Áurea Gomes do Santos, 68 anos, fez, pela primeira vez, a mamografia. “Sempre tive medo e achava longe o exame. O médico já pediu, mas acabava não indo. Aproveitamos que estava aqui e fizemos. Não senti nada”, contou Áurea, moradora da Vila Luzitano.

Mulheres fora da faixa etária prioritária também puderam participar com a apresentação de solicitação médica, emitida pela rede pública ou particular de saúde.

Caso o exame detecte alguma alteração, as pacientes são encaminhadas pela Secretaria para a realização de biópsia ou outros exames complementares. Se há sinais de câncer maligno, a paciente é encaminhada a um serviço de referência do SUS para tratamento. Em Ribeirão Pires, foram solicitados 38 exames complementares de ultrassonografias e 04 biópsias, feitos na própria carreta. Dez pacientes foram encaminhadas para unidade de saúde de referência para o município.

Na cidade, mulheres atendidas nas unidades de saúde da rede municipal que precisam realizar o exame são encaminhadas para as unidades de referência do Estado – Hospital Mário Covas, AME Barradas e AME Santo André.