Ribeirão Pires ganha Centro de Atendimento ao Empresário


Criado em 04/09/2014

Novo espaço complementa ações integradas da Prefeitura para atrair investidores e facilitar processos que geram emprego e renda na cidade

Na manhã desta quarta-feira, dia 03, a Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, iniciou as atividades do Centro de Atendimento ao Empresário. Os profissionais que trabalham para atrair novos negócios à cidade, dentro da nova política municipal de geração de emprego e renda, têm agora espaço próprio e adequado para receber investidores.

No local, as equipes prestarão esclarecimentos sobre incentivos fiscais, legislação municipal e darão suporte aos empresários, inclusive em relação ao programa Via Rápida Empresa. Em um único espaço, o empresário terá os direcionamentos para todos os processos e etapas da implantação de um negócio na cidade.

“Estamos seguindo o plano de desenvolvimento econômico estabelecido pelo prefeito Saulo (Benevides) de aproximar o Poder Público municipal e o empresariado, conhecer suas demandas e oferecer todo o suporte necessário para que invistam ainda mais em nossa cidade e ampliem, dessa forma, a oferta de emprego aos moradores. Esse compromisso está sendo seguido à risca por nossa equipe”, declarou o secretário de Desenvolvimento Econômico da cidade, Paulo Silotti.

O Centro de Atendimento ao Empresário funciona, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no Shopping Garden – Rua Felipe Sabbag, 200 – 3º andar. O espaço conta com salas de atendimento e espaço para reuniões. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail sdet@ribeiraopires.sp.gov.br.

Prefeitura promove ações para gerar emprego e renda aos moradores

Ribeirão Pires é opção cada vez mais em evidência entre empresários que buscam áreas para a instalação de um negócio, ou até mesmo para quem já está no município e deseja ampliar as atividades de sua empresa. Além dos incentivos fiscais oferecidos pelo Poder Público municipal, a partir de 2013, o município tomou fôlego para desmitificar a imagem de que novas empresas não poderiam se instalar na cidade.

A Prefeitura ampliou as vantagens para atrair a atenção de empresas. Estabeleceu, por lei, prazos para a emissão da liberação do Alvará de Construção e da emissão de Certidão de Uso de Solo. Reduziu a base de cálculo do ISS em 42 tipos de serviços, como informática e saúde, e criou equipe intersetorial especializada para atender os investidores.

Todas essas ações começaram a ser amplamente divulgada pela Prefeitura e já apresentam resultados positivos. Desde janeiro de 2013 até esta semana, a cidade registrou a abertura de 1.800 CNPJs.

O trabalho também inclui a ampla divulgação do potencial da cidade, principalmente na questão logística. Ribeirão Pires foi recentemente classificada como “a melhor esquina de São Paulo” pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Isso porque o município está recebendo grande volume de investimentos estaduais e federais em infraestrutura, como é o caso da construção do Rodoanel Mário Covas, que aproxima ainda mais a Estância de importantes destinos como o Porto de Santos, a capital paulista, aeroporto internacional em Guarulhos e outras cidades da região metropolitana e interior do Estado.

Ribeirão Pires facilita abertura de empreendimentos com Via Rápida Empresa

Desde o início de junho, a Prefeitura integra o Módulo Estadual de Licenciamento Via Rápida Empresa. Com o sistema, os processos de abertura ou alteração de empresas foram facilitados. Desde sua implantação até esta semana, empresas iniciaram 600 processos pelo Módulo.

Por meio de acesso ao site do Via Rápida Empresa (www.jucesp.sp.gov.br/vre/) o empresário, ou pessoa que representa a empresa, realiza a abertura e legalização de seu empreendimento. O programa oferece serviços de consulta prévia para viabilidade de localização, registro empresarial, licenciamento de atividades e inscrições tributárias, grande parte no ambiente online, sem o comparecimento aos órgãos públicos responsáveis.

O sistema utiliza certificação digital para o envio da documentação da empresa e reduz o número de procedimentos para abertura e licenciamento da empresa. A primeira etapa é a emissão de Informação de Viabilidade pela Prefeitura, que verifica se determinado tipo de atividade é permitido para a área onde se pretende implantar o empreendimento.

Com a confirmação da viabilidade, o sistema é liberado para a próxima fase do processo, que é a constituição de CNPJ, Nire e Contrato Social, etapa feita na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp). Esta é a única fase presencial no processo.

Após essa etapa, a Jucesp libera o sistema e, com deferimentos, Prefeitura e Corpo de Bombeiros emitem documentação única que permite o início das atividades - Alvará de Funcionamento, da Vigilância Sanitária, Licença Ambiental e Alvará do Corpo de Bombeiros.

O prazo para a emissão deste documento, que é o Certificado de Licenciamento Integrado (CIL), varia entre 5 a 10 dias. Ao término deste processo, a empresa é inserida automaticamente no sistema de tributação municipal.

“Além de reduzir os prazos para a emissão dos documentos, o Via Rápida Empresa simplifica o processo de abertura de uma empresa. Essa praticidade é importante para que empreendedores tenham respaldo e atendimento com excelência para trazer novos investimentos para nossa cidade”, declarou o secretário de Desenvolvimento Econômico da Estância, Paulo Silotti.

O interessado em realizar o processo de abertura ou atualização da empresa deve consultar se o tipo de empreendimento que possui está entre os que permitem o processo online por meio do site do Via Rápida Empresa. Informações também podem ser obtidas pelo telefone 3468-3050.