Mais de 280 mil pessoas já prestigiaram 9º Festival do Chocolate


Criado em 25/08/2014

Programação variada atraiu visitantes de diversos estilos e regiões do país

O 9º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires está de portas abertas para pessoas de todas as idades e estilos. No terceiro final de semana (22 a 24 de agosto), mais de 100 mil pessoas passaram pelo Complexo Ayrton Senna e pela Praça Central, que integra o evento. A programação variada, com mais de 25 atrações, entre artistas locais e grandes nomes da música brasileira, foi novamente um dos pontos fortes da festa.

Na sexta-feira, dia 22, a Tenda Multicultural recebeu o sertanejo de João Bosco & Vinicius. "Estou na fila desde 17h. Não vejo a hora de a apresentação começar. Meu namorado e eu gostamos muito da dupla", contou Giovana da Silva, moradora da Estância.

No dia 21, a Banda Calypso atraiu pessoas de todo o país. O fã Clube "Calypseiros", por exemplo, veio de Campinas para curtir a apresentação. O grupo, formado por 13 pessoas, viajou durante três horas de van e chegou à festa por volta das 14h do sábado.

Entre os fãs, Maicon Aparecido Franhã, 19 anos, veio de Jacutinha, em Minas Gerais, para se unir aos “Calypseiros” na viagem a Ribeirão Pires. “Viajei 260 quilômetros. O amor pela banda não tem fronteiras", comentou Maicon.

A manhã de domingo foi movimentada com as atrações do Chocokids, começando pelo espetáculo Peppa Pig e o Porquinho que Era Mau. Centenas de crianças prestigiaram a encenação. "O show foi incrível. Vim com minha irmã ver o espetáculo e nos divertimos muito", opinou Gabriella Galdino Araújo, 09 anos.

Durante todo o dia, o movimento foi grande na área de alimentação e artesanato. Simone Gonçalez viajou mais de duas horas para visitar o evento. “Moro em Santo Amaro e é a segunda vez que venho nessa festa. Amo o evento que oferece gastronomia deliciosa, atrações maravilhosas e está bem melhor que a última edição. Parabéns a organização”, declarou.

Enquanto muitos aproveitavam o Festival para almoçar em família, fãs da banda Jota Quest se posicionaram, desde 15h, na fila para entrada à Tenda. "Chegamos seis horas antes do show começar e não vamos arredar o pé daqui para ficar o mais perto possível do palco. Trouxemos comida para não ter motivos de perder nosso lugar e não passar fome", contou Beatriz Paixão, 16 anos, moradora de Vila Alpina, São Paulo.