Ônibus da Mulher chega à Estância no dia 19 de agosto


Criado em 14/08/2014

Em parceria com o Consórcio Intermunicipal Grande ABC, o veículo adaptado e equipado para atendimento emergencial e preventivo estará na Praça Ishiro Hidaka, no Parque Aliança

Ribeirão Pires participará do projeto do “Ônibus da Mulher” específico ao atendimento às mulheres com orientação e encaminhamentos. A unidade móvel passará pelas sete cidades da região, via Consórcio Intermunicipal Grande ABC. Na Estância, o veículo atenderá no dia 19 de agosto, das 9h às 16h.

O “Ônibus da Mulher” oferecerá serviços de assistência, acolhimento e orientação às mulheres em situação de violência das áreas de periferia e assentamentos precários das sete cidades, marcando também o lançamento da Cartilha Regional de Serviços do Grande ABC "Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres".

Dentro do ônibus, haverá equipe de profissionais de diferentes áreas de atuação, como assistentes sociais, psicólogos, advogados e educadores sociais, entre outros. Incluirá também oficinas e atividades lúdicas voltadas ao tema. Em Ribeirão Pires, equipe do Ambulatório de Infectologia oferecerá informações para prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e AIDS, além de outras ações de Saúde e orientação do município.

“Seremos a segunda cidade do ABC a prestar esse atendimento, com o Ônibus da Mulher. É um ganho às mulheres que recebem esse cuidado, uma oportunidade de levarmos ações voltadas a elas, com infraestrutura para realizar atendimentos de saúde, de fortalecimento de vínculos familiares e reforço de direitos”, afirmou a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Sônia Garcia.

A iniciativa foi organizada pelo Grupo de Trabalho Gênero, do Consórcio, como parte das ações que buscam implementar a Política Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres, da Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), do Governo Federal. A unidade móvel é um ônibus adaptado e equipado para o atendimento emergencial e preventivo. A equipe multidisciplinar foi treinada para escutar denúncias e realizar o primeiro atendimento, garantindo a orientação das mulheres sobre a defesa dos seus direitos e o atendimento humanizado.