9º Festival do Chocolate: rumo à sustentabilidade


Criado em 14/07/2014

Organização reduz custos do evento pela metade, mantendo qualidade da festa

O 9º Festival do Chocolate de Ribeirão Pires combinará a tradição da festa com inovação e responsabilidade social. O evento será realizado neste ano nos finais de semana de 08 a 31 de agosto, no Complexo Ayrton Senna. Nessa edição será dado o pontapé inicial para que o evento seja efetivamente sustentável.

A qualidade da programação cultural e da gastronomia, em ambiente seguro e familiar, será mantida, em layout que já é conhecido pelo público. Nesta edição, mais de 100 espetáculos acontecem nos quatro palcos e áreas da festa - apresentações de música, dança, teatro, entre outros espetáculos.

Um dos destaques do evento neste ano será o modelo adotado para ingresso aos shows principais, na Tenda Multicultural. Serão 15 atrações renomadas no cenário cultural brasileiro, incluindo duas apresentações da Peppa Pig, totalizando 16 espetáculos neste palco. Os ingressos para estas atrações serão disponibilizados pela organização pelo preço único de R$ 10 cada.

Este valor será revertido em ações sociais e para o custeio da própria festa. Serão disponibilizados, por show, 8 mil ingressos para venda. Do total arrecadado com a bilheteria, 35% será destinado às entidades sociais cadastradas pela Prefeitura. 55% do valor será utilizado para o custeio da festa e 10% para o pagamento de taxas administrativas pela realização das vendas pela ACIARP – Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires.

A apresentação de ingresso será necessária para todas as idades, para controlar o número de pessoas na Tenda e atender às exigências de conforto e segurança a todos.

Nas duas últimas edições realizadas, a organização promoveu a troca dos ingressos por itens como alimentos não perecíveis e fraldas. A arrecadação também foi destinada às entidades sociais cadastradas pela Prefeitura, que relataram dificuldades para armazenamento dos produtos, que não atendiam, inclusive, às principais necessidades dessas instituições.

“Por essa razão, e levando em consideração que mantemos a gestão financeira responsável dos recursos públicos, optamos por este modelo. Em 2013, não realizamos o evento para priorizar o pagamento de débitos deixados por gestões anteriores e para atender as demandas de setores como saúde e educação. Neste ano, retomamos a festa por saber da importância do evento para o município, mas reduzindo pela metade os custos com a realização do Festival e mantendo a qualidade da festa”, afirma o prefeito da Estância Turística de Ribeirão Pires, Saulo Benevides.

O sistema de venda de ingresso para o evento já foi utilizado pela Prefeitura durante o 5º e 6º Festival. A destinação de cerca de 1/3 dos recursos arrecadados com bilheteria para ações sociais é novidade.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade da cidade e secretária de Política Comunitária e Institucional da Estância, Michelle Benevides, as entidades relataram as dificuldades com a destinação de mantimentos, “tanto por questões de armazenamento, como pelos prazos de validade”.

“Vamos ampliar as contribuições para essas instituições, já que as entidades poderão direcionar os recursos repassados conforme suas prioridades. Na última edição, por exemplo, em determinado dia a troca do ingresso era feita por pacote de fraldas. Percebemos e definimos de modo conjunto que ao realizar a venda, os recursos poderão ser melhor aproveitados sem acarretar aumento no valor dos ingressos à população e aos visitantes”, explica Michelle.

 

Confira as atrações do 9º Festival do Chocolate