Fiscalização de veículos abandonados em vias públicas é reforçada


Criado em 27/06/2014

Com rondas e notificações realizadas por agentes de trânsito da Estância, a Prefeitura levou 39 carros deixados em ruas para o pátio municipal

O trânsito de Ribeirão Pires intensificou ações de fiscalização de veículos abandonados. Seguindo determinação da lei municipal nº 5.777 – de 09 de dezembro de 2013, que dispõe sobre a retirada de veículos abandonados nas vias públicas do município e dá outras providências, de autoria da Casa de Leis – a Prefeitura está trabalhando para localizar e notificar proprietários que deixam carros, motos e até mesmo ônibus abandonados em vias públicas, além de fazer a retirada dos veículos.

É avaliado como veículo abandonado todo aquele que está: em evidente estado de abandono por mais de dez dias; sem placa de identificação obrigatória; em evidente estado de decomposição na carroceria ou em partes removíveis; em visível e flagrante mau estado de conservação, com evidentes sinais de colisão ou objeto de vandalismo e depreciação voluntária, ainda que coberto com capa. Todos os veículos retirados são encaminhados para o pátio municipal.

Decorridos 90 dias da realização da recolha ao pátio, sem a devida retirada pelo interessado, mediante pagamento do que for devido ao Município e a outros órgãos competentes, o veículo será encaminhado a leilão público, a pregão eletrônico ou equivalente.

“Estes veículos abandonados representam um grande perigo para a sociedade porque acumulam água e lixo, proliferando a criação de mosquitos da dengue e outros insetos, além de atrair a presença de roedores. Estes autos abandonados também servem de abrigo para delinquentes e local para usuários de entorpecentes”, explicou o secretário de Transportes e Trânsito, Rubens de Almeida Sousa.

Denúncias

Moradores que constatarem veículos abandonados podem entrar em contato e solicitar a averiguação feita por um agente de trânsito. As denúncias podem ser anônimas, desde que o denunciante passe o local exato do veículo abandonado (logradouro, número, bairro e ponto de referência) e, se possível, indique a marca e o modelo do veículo.

“Em média, recebemos 20 denúncias por mês. Grande parte dos veículos denunciados está em bairros mais afastados da região central, entre esses Santa Luzia, Parque Aliança, Quarta Divisão e Santo Bertoldo”, contou o secretário Rubens Sousa.

Para denunciar por telefone, basta entrar em contato com a Secretaria de Transportes e Trânsito em horário comercial (8h às 17h), de segunda a sexta-feira, pelo número 4825-5083. Para entrar em contato com a base operacional, que funciona 24 horas, o telefone é 4825-5123. E pelo e-mail transito@ribeiraopires.sp.gov.br.