Ribeirão elabora propostas na 8ª Conferência Municipal de Saúde


Criado em 21/05/2014

Durante evento, participantes debateram prioridades e elaboraram propostas que irão compor Plano Municipal de Saúde

Nos últimos dias 16 e 17, a Prefeitura de Ribeirão Pires, com apoio do Conselho Municipal de Saúde, realizou a 8ª Conferência Municipal de Saúde, no Teatro Municipal Euclides Menato. Durante o evento, sociedade civil, trabalhadores, gestores e prestadores de serviço da área de saúde debateram assuntos relacionados ao setor e propuseram melhorias.

Cerca de 200 pessoas participaram das discussões e elaboraram 10 propostas em cinco grupos temáticos: vigilância à saúde; regulação; assistência farmacêutica; saúde mental; urgência e emergência. As sugestões feitas pelos participantes irão compor o Plano Municipal de Saúde (2014-2017), caso ainda não estejam previstas no documento.

Além dos grupos de debate, durante o evento foi realizada palestra sobre a importância da realização da Conferência Municipal de Saúde. Retrospectiva das propostas contidas na 7ª Conferência Municipal de Saúde da cidade também foi apresentada na ocasião.

“A Conferência Municipal de Saúde é um importante espaço para debate sobre o setor e para que a população contribua com sugestões para os projetos de melhoria no atendimento realizado e até mesmo na estrutura das unidades. As necessidades dos moradores e as demandas que priorizam norteiam nossas ações”, declarou o secretário de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, koiti Takaki.

Propostas elaboradas e apresentadas pelos grupos temáticos:

Tema – Vigilância à saúde:

- Implemento e reestruturação do quadro de RH da Vigilância, de forma a atender as necessidades do serviço para maior resolutividade das ações.

- Na área de Vigilância à Saúde, a efetiva informação dos direitos dos munícipes. Ex: campanhas através de folders, redes sociais e site e demais canais de comunicação oficial, informativos em escolas e UBS, junto com Manual de Serviço de Saúde, campanha de prevenção da violência contra a mulher e outras violências e educação à saúde.

Tema – Regulação:

- Priorizar o agendamento de consultas e exames de acordo com a classificação de risco.

- Constituir parcerias com a rede privada/pública para consultas e exames de média e alta complexidade, dentro do município, de preferência.

Tema – Assistência Farmacêutica:

- Implantação de farmácia de alto custo no município de Ribeirão Pires, técnico em farmácia em todos os serviços de saúde onde haja a dispensação de medicamentos, sendo que o mesmo será supervisionado pelo farmacêutico responsável do serviço; com melhoria e agilidade no tempo de distribuição/fornecimento de medicamentos que não constam da lista contemplada pelo SUS.

- Instrumentalizar e qualificar o profissional de saúde (médico) para preenchimento correto do formulário específico, para aquisição do medicamento de alto custo; divulgação do boletim diário para os responsáveis pelas Unidades de Saúde, por e-mail, dos remédios disponíveis na rede pública para a prescrição e dispensa de medicamentos.

Tema – Saúde Mental:

- Ampliar pactuação de leitos urgência/emergência psiquiátricas em hospitais gerais de referência.

- Propor ao Conselho de Assistência Social a realização de audiência pública com participação de diversos órgãos e conselhos envolvidos para ampliação da isenção tarifária municipal para os CID’s/CIF’s que não estão contemplados.

Tema – Urgência/emergência:

- Ampliar, diversificar o efetivo de profissionais médicos especialistas que prestem serviços de retaguarda na UPA/ São Lucas.

- Implantação da Central de Regulação de Urgência e Emergência Municipal com profissionais qualificados e funcionamento 24 horas.

Moção - Que todos os Conselhos sejam respeitados, pois a cidadania está acima das pluralidades partidárias.