Ribeirão Pires firma acordo com o Estado para pagamento de auxílio moradia


Criado em 13/05/2014

Ribeirão Pires será beneficiada com a assinatura do termo de cooperação institucional entre o Consórcio Intermunicipal Grande ABC e o Governo do Estado de São Paulo para a transferência de recursos destinados ao pagamento compartilhado de auxílio moradia decorrente das remoções em áreas de risco iminente, que serão oriundos do Fundo Estadual de Assistência Social. A Prefeitura da Estância formalizou o termo de adesão entre o município e o Governo do Estado de São Paulo na manhã de ontem (12) para que o documento fosse encaminhado, nesta terça-feira (13), junto aos das demais cidades para a assinatura do governador Geraldo Alckmin e do presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo Luiz Marinho, no Palácio dos Bandeirantes.

A remoção preventiva é uma iniciativa inédita no Estado de São Paulo, e foi proposta pelo Consórcio em novembro, visando evitar tragédias no período de chuvas de verão. Os números de moradias críticas foram apresentados pelo Grupo Temático Gestão de Riscos e validados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), órgão indicado pelo Governo do Estado para acompanhar e referendar os levantamentos. A expectativa é que as famílias removidas em Ribeirão Pires recebam, durante 36 meses, auxílio moradia no valor de R$ 375,00. Até o momento, a Prefeitura vêm arcando integralmente com o benefício para 21 casos de remoção. Com a assinatura do convênio com o Estado, os 33 casos de remoções em áreas de risco deverão ser contemplados pelo auxílio moradia pago 50% pelo município e 50% pelo Estado.