Ribeirão terá mais R$ 840 mil para equipamentos na Atenção Especializada de saúde


Criado em 29/01/2014

Prefeitura cadastrou proposta para aquisição de aparelhos que contemplarão Ambulatório de Infectologia e Centro de Especialidades Médicas

A Atenção Especializada da rede municipal de saúde de Ribeirão Pires receberá novos equipamentos. A cidade foi contemplada por convênio entre Prefeitura e Governo Federal que garantirá R$ 840 mil para a aquisição de aparelhos para os atendimentos no Ambulatório de Infectologia e no Centro de Especialidades Médicas.

A Secretaria de Saúde e Higiene da Estância cadastrou o pedido do recurso, que foi liberado por meio de portaria do Ministério da Saúde no dia 28 de dezembro do último ano (Portaria nº 3.386).

Com a verba, a Prefeitura irá adquirir novos equipamentos de ultrassom, bisturi elétrico, oftalmoscópio, colposcópio, aparelho de raio-x, criocautério, mesa de exames, cadeira, ar condicionado, detector fetal, negatoscópio, biombo, armário, estetoscópio, entre outros.

"Esse recurso nos auxiliará na modernização da Atenção Especializada da rede municipal de saúde. Estamos trabalhando em projetos inovadores para a rede de saúde pública. Nossa meta é melhorar a qualidade do serviço prestado. Para isso, precisamos modernizar as unidades e fazer mudanças. Já avaliamos a viabilidade de reestruturar o prédio onde funcionava até agora o Centro de Especialidades para comportar uma unidade integrada dos serviços de especialidade disponíveis na rede", explicou o prefeito da Estância, Saulo Benevides.

O atendimento do Centro de Especialidades Médicas (CEM) da rede municipal de Ribeirão Pires será realizado, a partir do dia 03 de fevereiro, no Hospital e Maternidade São Lucas. O serviço, até então prestado em unidade localizada atrás dos Correios, na Rua João Duarte, ganhará melhor estrutura para receber os pacientes.

Serão transferidos para o Hospital São Lucas os atendimentos das especialidades: dermatologia, cardiologia, oftalmologia, ortopedia, urologia, neurologia e pequenas cirurgias. Os pacientes que já tinham consultas agendadas no CEM a partir do dia 3 de fevereiro estão sendo comunicados sobre a mudança de endereço pelas equipes da Saúde.

O Hospital e Maternidade São Lucas está sendo preparado para acomodar o novo setor de atendimento, que ficará na área onde anteriormente funcionava o Pronto Atendimento (transferido em 2012 para a UPA Santa Luzia).

"Essa medida faz parte do planejamento de ampliação e modernização da rede de saúde. Com a mudança das especialidades para o São Lucas, poderemos acolher os pacientes em um espaço mais adequado, com mais conforto e praticidade para as equipes de saúde", explicou o secretário de Saúde e Higiene da rede, Koiti Takaki (29-01-2014)