Saúde moderniza ambulâncias da rede


Criado em 23/01/2014

Novos aparelhos equipam cinco unidades, incluindo duas UTIs

A Prefeitura de Ribeirão Pires está modernizando os aparelhos utilizados em cinco ambulâncias da Central do Município. Quatro veículos, incluindo três unidades básicas e uma UTI, já receberam os novos equipamentos, locados pela Secretaria de Saúde e Higiene. Mais uma unidade UTI será equipada para atendimentos de casos graves.

"Optamos pela locação de aparelhos mais modernos e que garantem às equipes de resgate do município mais recursos para os atendimentos de urgência. Esses equipamentos exigem manutenção constante. Os veículos da Central realizam mais de três mil transportes mensalmente. Isso elevaria o custo para manter equipamentos próprios", explicou o secretário de Saúde e Higiene, Koiti Takaki.

O município investirá mensalmente R$ 9,6 mil na locação de aparelhos como desfibriladores portáteis, ventiladores pulmonares, monitores e oxímetros com recursos mais avançados. As melhorias foram aprovadas pelas equipes de resgate.

"Os equipamentos para atender parada cardiorrespiratória que temos agora, por exemplo, nos permitem dar suporte básico para estabilizar o paciente até a chegada do suporte avançado. Também garantem muito mais segurança em transportes de pacientes graves, como casos de intubação, entre hospitais", explicou a técnica de enfermagem do serviço de urgência e emergência da Central de Ambulâncias da cidade, Rosana Rodrigues de Oliveira.

"Estamos seguindo a risca nosso compromisso com a saúde. Gradativamente, todos os setores estão sendo modernizados. Isso permite aos nossos profissionais da área atender melhor a população e salvar vidas todos os dias", declarou o prefeito Saulo Benevides.

As melhorias no setor de ambulância estão sendo realizadas desde o início de 2013. A frota de veículos próprios foi ampliada. Agora o município possui seis ambulâncias, além de outros oito veículos.

Central de Ambulância de Ribeirão Pires:

O serviço de transporte de pacientes entre unidades de saúde - transporte inter-hospitalar - e para a realização de consultas, exames, tratamentos, internações, e até mesmo para altas de internações em unidades de saúde fora da cidade, é realizado pela Central de Ambulância da Prefeitura. Casos de emergência também são atendidos, mas os chamados são regulados pelo SAMU Regional de Mauá, que também presta serviço para a Estância e para Rio Grande da Serra.

Pacientes da rede municipal de saúde devem agendar o transporte na Central de Ambulância pessoalmente no local. Para isso, é necessário apresentação da guia de encaminhamento/agendamento de consultas, exames, tratamentos, internações, com data, horário e endereço da unidade. A Secretaria de Saúde e Higiene recomenda que o agendamento seja solicitado com 15 dias de antecedência à data em que o transporte será utilizado. (23-01-2014)