Prefeitura inicia regularização de pagamento a entidades sociais


Criado em 26/01/2017

Em reunião com instituições conveniadas ao Município, Prefeito Kiko anunciou a quitação dos repasses pendentes referentes ao exercício de 2016

O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, recebeu na manhã desta quinta-feira, dia 26, nove das onze entidades sociais conveniadas à Prefeitura para falar sobre a regularização dos repasses de verba que não haviam sido pagos pela gestão passada nos últimos três meses de 2016. Ainda hoje, a Prefeitura irá quitar o débito de R$ 140 mil referentes ao mês de outubro do último ano. Os valores pendentes de novembro e dezembro serão pagos, de acordo com a disponibilidade orçamentária do Município, até março deste ano.

No encontro desta manhã, o chefe do executivo ribeirãopirense assumiu, ainda, o compromisso de efetuar em dia os repasses mensais às entidades sociais conveniadas à Prefeitura, seguindo cronograma que será estabelecido. “Nos comprometemos em manter parceria séria e leal com as entidades sociais de nossa cidade, pois sabemos da importância do trabalho que desempenham com a população”, afirmou Kiko.

Maria Helena Fernandes, assistente social do Centro de Apoio Mão Amiga, acompanhou a reunião e relembrou as dificuldades enfrentadas pela entidade no último ano. “Achamos que iríamos fechar o serviço. Sem o repasse é complicado. Saber do compromisso da Prefeitura para nós é um alívio. Tiramos um peso das costas”, disse. O Centro de Apoio Mão Amiga atende famílias carentes de Ouro Fino Paulista. A entidade oferece oficinas culturais e esportivas, orientações, promove rodas de conversas, além de visitas domiciliares, a quase 700 moradores do bairro, de todas as idades.

Celi Barreto dos Santos Fukui, assistente social da Associação Santana, também falou sobre a importância de manter a regularidade dos repasses às entidades. “A falta do repasse foi um agravante para o nosso trabalho, pois atendemos, em tempo integral, 20 jovens encaminhados pelo Judiciário. Sem isso, não garantimos a esses jovens os direitos deles”, declarou Celi. A entidade atende pessoas com idade entre 12 e 18 anos e oferece serviços relacionados à alimentação, saúde, entre outras necessidades dos jovens. “Para nós, foi uma grata satisfação saber que em tão pouco tempo a Prefeitura irá regularizar essa situação”, finalizou.

As verbas encaminhadas às entidades conveniadas à Prefeitura são provenientes de repasses dos governos federal e estadual, além de recursos próprios do município.