Abertura de empresas cresce 11,8% na Estância de Ribeirão Pires em 2013


Criado em 10/01/2014

Prefeitura registrou no último ano 1.048 novas inscrições municipais, superando os 924 novos empreendimentos em 2012

A Prefeitura de Ribeirão Pires iniciou em 2013 trabalho para atrair novos empreendimentos à cidade, como forma de ampliar oferta de emprego e geração de renda aos moradores.  O potencial de crescimento econômico do município, o atendimento especializado de equipes integradas da Prefeitura, a ampliação de incentivos fiscais e a desburocratização de processos legais no município contribuíram para que a Estância encerrasse o último ano com saldo positivo: 1.048 novas inscrições municipais de empresas na cidade, número 11,8% maior em relação a 2012, quando foram abertos 924 empreendimentos.

O número de encerramento de empresas também caiu. Em 2013, 430 empreendimentos foram encerrados, quantidade 10% inferior em relação às empresas que fecharam as portas em 2012 (478 encerramentos).  "Esses são importantes indicadores do potencial de desenvolvimento de Ribeirão Pires para investidores. Desde pequenos empreendedores, comerciantes, prestadores de serviços até as médias e grandes indústrias estão demonstrando interesse pelas vantagens de logística da cidade, entre outras características. A cidade já está colhendo os frutos do intenso trabalho que iniciamos no último ano e que está no topo de nossas prioridades, para garantir mais emprego e serviços aos moradores", declarou o prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico da Estância, Paulo Silotti, as ações integradas entre diferentes departamentos da Prefeitura, iniciadas em 2013, somadas ao momento econômico favorável para a abertura de negócios, estimularam o crescimento do número de novas empresas.

"Trabalhamos lado a lado com empresários e pequenos empreendedores, ouvindo suas reivindicações e auxiliando em questões legais, de emissão de documentos, na busca por áreas disponíveis, entre outras ações", afirmou.

"Quanto mais o Poder Público estimula a chegada de novos investimentos, mais a cidade ganha. As vantagens logísticas e o apoio da Prefeitura atraem novos empreendimentos e a ampliação de negócios que já estão na cidade. Com isso, são gerados mais postos de trabalho, favorecendo o crescimento do poder de compra das famílias, o que atrai, por consequência, mais investidores", argumentou Silotti. (10-01-2014)