UPA de Ribeirão Pires atende cerca de 10 mil pacientes por mês


Criado em 15/04/2016

Secretaria de Saúde e Higiene divulgou dados de atendimentos realizados até março de 2016;


Dados divulgados pela Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires apresentam números de atendimentos realizados pela UPA – Unidade de Pronto Atendimento Santa Luzia no primeiro trimestre de 2016. No total, foram atendidos mais de 30 mil pacientes.

Com suspeita da gripe H1N1, a aposentada Val Munhoz, moradora de Ribeirão Pires usou as redes sociais para elogiar o atendimento durante sua internação na UPA. “Fui super bem atendida, acolhida, mão não tenho do que me queixar, em momento algum me faltou nada”, escreveu.

Muitas pessoas desconhecem, mas o atendimento realizado na UPA segue determinações do Protocolo de Manchester, utilizado mundialmente para estabelecer as prioridades diferenciadas por cores. Cada cor de classificação determina um tempo máximo para o atendimento ao paciente, de forma a não comprometer a sua saúde. Quanto ao significado das cores, o paciente classificado como vermelho deve ser atendido de imediato, ou seja, tempo zero. As demais cores laranja, amarelo, verde e azul devem ser atendidas em tempo máximo de 10 minutos, 60 minutos, 120 minutos e 240 minutos respectivamente.

A Prefeitura está tomando providências cabíveis para evitar a falta de médicos e transtornos aos paciente que procuram diariamente a UPA. “Estamos fazendo um intenso trabalho de gestão para que não faltem mais médicos aos plantões. Temos uma relação aberta com eles, nos reunimos sempre, falando olho no olho. Além disso, a Prefeitura também está fazendo sua parte, com a valorização nos vencimentos. Enfim, o problema está sendo sanado”, afirma o secretário de Saúde e Higiene, Gerson Constantino.

Nos postos de Saúde, ele ressalta que a cidade conta com a importante parceria do Governo Federal: “a cidade conta com profissionais do Mais Médicos que são de fundamental importância para nosso atendimento”.

Esta semana, foi iniciada a vacinação contra gripe, uma vez que o surto de H1H1 chegou mais cedo, com mais de 6 mil doses aplicadas até ontem. “Estamos aplicando as doses para os grupos e agora estamos nos preparando para o Dia D, que é 30 de abril. Estão chegando mais lotes da vacina”, conta o secretário.

Outro ponto que está em trabalho pela equipe da pasta é a volta do laboratório, já que hoje as amostras são enviadas para análise fora da cidade, o que aumenta o tempo necessário para obtenção dos resultados. “Em breve, com a reativação, o atendimento ficará mais ágil e eficiente”, pondera Gerson.

O atendimento ainda está recebendo mais melhorias, como a reimplantação das visitas domiciliares, planejamento familiar e o projeto caminhando. “Tenho uma equipe qualificada que me acompanha e um carinho enorme por todos os funcionários”, concluiu o secretário.

Segundo dados oficiais da Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, cerca de 30% dos mais de 10 mil atendimentos realizados pela UPA – Unidade de Pronto Atendimento Santa Luzia por mês, são de pacientes de municípios vizinhos como Rio Grande da Serra, Suzano e Mauá.

A UPA Santa Luzia está localizada na Estrada da Colônia, 2.959 - Santa Luzia, atendendo 24 horas em todos os dias da semana.