Defesa Civil trabalha para evitar alagamentos na Estância


Criado em 23/02/2016

Equipe realiza vistoria em áreas de risco.


A Prefeitura de Ribeirão Pires em parceria com a Defesa Civil Municipal, trabalha na prevenção de alagamentos e deslizamentos de terra em razão da quantidade de chuva.

De acordo com a Defesa Civil, durante este ano, resgistraram o valor de 157,5 mm de chuvas no Jardim Caçula,  281,5 mm de chuvas em Ouro Fino Paulista e  77,20 mm de chuvas no Centro Alto, Vila Mortari.

No mês de fevereiro, até segunda-feira (22), resgistraram 95,5 mm no Jardim Caçula, 115,5 mm em Ouro Fino Paulista e 80,0 mm  no Centro Alto, Vila Mortari. O comandante da Defesa Civil de Ribeirão Pires, Miguel Luis Filho, declara que mudaram do nível de observação para atenção a partir de 11 de janeiro, pois o nível acumulado de água foi de mais de 135 mm em 72 horas.

Ainda sobre as chuvas, o comandante afirma que a Defesa Civil realiza trabalhos preventivos para evitar riscos de deslizamentos, quedas de árvores e alagamentos. "Acreditamos que o trabalho da Defesa Civil tem sido efetuado a contento, durante todo o ano foram efetuadas podas e supressões preventivas de árvores que apresentavam risco iminente. Foi realizada limpeza preventivas das galerias pluvias e do Rio Ribeirão Pires", diz.