Unidade de Pronto Atendimento de Ribeirão Pires tem 86% de avaliação satisfatória


Criado em 16/11/2015

Entre os itens avaliados estão recepção, enfermagem, médicos, técnicos de raio x, assistentes sociais, segurança e farmácia

A Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires realizou no último mês, uma pesquisa de campo para readequação e melhorias no atendimento da Unidade de Pronto Atendimento da Santa Luzia.

Dos pacientes que responderam a pesquisa da recepção da UPA, 86% afirmaram que o atendimento é satisfatório. No âmbito de enfermagem, 60,57% dos pacientes afirmam estar satisfeitos com a agilidade e cuidado da equipe de enfermagem da UPA. Já no atendimento médico 53,52% afirmam estar satisfeitos com o atendimento e procedimento médico, tendo em vista que 14,09% do número de entrevistados, deixaram de responder a questão.

Nos exames de Raio X e atendimento de Assistentes Sociais, a pesquisa totalizou aproximadamente 53,52% de satisfação. Na segurança da Unidade de Pronto Atendimento, 42,25% dos pacientes classificaram o hospital como totalidade de segurança.

O setor da farmácia, após receber reabastecimento de medicação e aperfeiçoamento no atendimento à população, registrou 29,58% no quesito de muito satisfeito, tendo em vista que 33,80% não responderam a questão.

Segundo o secretário da pasta, José Carlos de Jesus da Silva, os números são resultados do trabalho que a secretaria vem exercendo. "Trabalhamos 24h para que o munícipe tenha melhor atendimento. Esta pesquisa, foi mais uma porta para a ouvidoria da saúde aprimorar o atendimento à população", afirma ainda que apesar dos resultados satisfatórios, trabalhará no aperfeiçoamento dos setores da Saúde do município.

O prefeito Saulo Benevides (PMDB), afirma que o objetivo da gestão é promover a saúde pública do município. Destacando que Ribeirão Pires terá a construção de um novo hospital. "Renegociamos com o Estado, após passarmos por alguns critérios, foi aprovado o repasse de R$ 7,9 milhões, pelo governo do Estado para a construção do novo hospital que contará com 43 leitos e 23 UTI's", contou.