Prefeitura de Ribeirão Pires investe na valorização dos funcionários


Criado em 31/10/2013

Cesta básica aos contratados em regime emergencial e adicional de periculosidade para Guarda Civil Municipal são alguns dos benefícios já concedidos ao funcionalismo municipal

A Prefeitura de Ribeirão Pires está ampliando benefícios concedidos aos profissionais que prestam serviços ao município. Aprovado pela Câmara Municipal na última semana, o Projeto de Lei de autoria do Executivo garantiu auxílio-alimentação, por meio de cesta básica, aos funcionários contratados em regime emergencial. Outras ações, como cursos de qualificação, também fazem parte do projeto de valorização dos servidores públicos, que está entre as principais diretrizes dessa gestão.

Foram contemplados com o auxílio da cesta básica 486 funcionários contratados em regime emergencial – cuidadores da área da Saúde, plantonistas socorristas, professores eventuais, técnicos em farmácia e imobilização ortopédica. O investimento da Prefeitura será cerca de R$ 46 mil mensais com o benefício, equivalente a R$ 94,65 por colaborador, a partir de novembro. Esses recursos não entram no cálculo de gasto com pessoal.

“Não é justo apenas os efetivos receberem esse benefício. Todos os funcionários da Prefeitura merecem ser estimulados. Buscamos melhorias para valorizar todo o funcionalismo municipal, o que inclui as questões salariais, mas também envolve a ampliação e modernização da estrutura de trabalho”, afirmou o prefeito da Estância, Saulo Benevides.

Gradativamente, a Prefeitura está promovendo melhorias para equipes técnicas, principalmente em serviços essenciais para a população. Em setembro, a Prefeitura dobrou o percentual do adicional de periculosidade concedido aos Guardas Civis Municipais. O benefício subiu para 20% e incide sobre o salário-base dos GCMs. O reajuste do adicional de periculosidade foi retroativo a 1º de agosto deste ano.

No início do ano, o salário dos servidores municipais foi reajustado. Com data base em maio, funcionários tiveram 6,7% de aumento. Já professores, que recebiam abaixo do Piso Nacional da Educação, tiveram aumento de 7,9% para equiparação.


Recadastramento dos funcionários

Para conhecer o perfil dos profissionais, em maio deste ano todos os servidores passaram por recadastramento. O Censo foi feito nas secretarias municipais e os funcionários preencheram pessoalmente formulário e apresentaram diversos documentos. “Esse levantamento é necessário para alavancar o plano de cargos e carreira e também as outras ações que de valorização do funcionalismo”, explicou o prefeito Saulo.

Todo o processo faz parte de um projeto maior de modernização dos serviços prestados pela Prefeitura, sempre pensando na transparência e funcionalidade do setor público. “Para que isso aconteça é essencial termos servidores envolvidos, preparados, valorizados, com cursos de atualização, para desenvolver, da melhor forma possível, o seu trabalho. É nisso que estamos trabalhando”, finalizou Saulo. (31/10/2013)