Passeio off road promove inclusão de deficientes em Ribeirão Pires


Criado em 21/10/2013

9º Passeio Inclusivo do Jeep Clube da cidade reuniu mais de 120 pessoas com deficiência e cerca de 170 jipeiros voluntários

No último domingo (20), a Estância Turística de Ribeirão Pires recebeu cerca de 170 jipeiros de diversas cidades para a 9ª edição do Passeio Inclusivo do Jeep Clube da cidade, ação social que promove a inclusão de pessoas com deficiência em passeio off road.

Mais de 120 crianças e jovens com deficiência se aventuraram em trilhas dentro da Mata Atlântica junto aos jipeiros voluntários, vindos de diversas regiões do Estado de São Paulo.

César Santos, de 31 anos, todo ano aguarda o evento com ansiedade. “É um momento de reencontrar os amigos e me divertir”, contou. O rapaz, que teve paralisia cerebral, não deixa que a dificuldade motora o impeça de curtir o passeio. “Quanto mais aventura no caminho, melhor”, pediu ao jipeiro, na saída para o trajeto.

A inclusão social promovida é o principal atrativo para os participantes voluntários. O aposentado Edson Fernandes é estreante no passeio e decidiu se voluntariar depois de conversar com amigos que já conheciam a ação. “É emocionante dar a oportunidade de um dia diferente para as pessoas com deficiência. Para nós, não basta ter jipe, tem que fazer algo pelo próximo também”, explicou.

O trajeto de 22 Km foi percorrido em cerca de 1 hora e 20 minutos. Além de se aventurarem, os participantes conheceram as paisagens e a riqueza natural das trilhas da cidade. De acordo com o presidente do Jeep Clube da cidade, Nelson Dias de Freitas, o percurso escolhido para o passeio inclusivo é mais suave em relação a outros eventos off road.

“Pensamos na segurança de todos os participantes, muitos deles que possuem baixa ou nenhuma mobilidade”, explicou. “É muito gratificante realizar evento desta natureza, até mesmo porque muitos dos deficientes que participam do passeio nunca saem de casa”, afirmou Freitas.

Maria das Graças Almeida trouxe o filho, Jeffeson Almeida, de 30 anos, portador de síndrome de down, para, mais uma vez, participar do passeio. “Todo ano nós estamos aqui. Ele adora. Trouxe também minha neta, sobrinha dele, e nós três passeamos em jipe aberto. É muito gratificante essa aproximação que o passeio promove entre as pessoas e entre a família”, contou Maria.

Além do contato entre os jipeiros e as pessoas com deficiência, o evento contou com alunos do 9º ano da rede municipal de ensino que também passearam de jipe e aprenderam de perto a importância de promover a inclusão social.

O passeio é realizado anualmente, desde 2005, pelo Jeep Clube de Ribeirão Pires, em parceria com a Prefeitura da cidade, por meio da Secretaria de Política Comunitária e Institucional. (21/10/2013)