Ribeirão Pires investe no programa de recuperação das nascentes


Criado em 09/09/2015

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e da COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), está desenvolvendo o trabalho de recuperação das nascentes com objetivo de consolidar e cuidar do meio ambiente.
O projeto da SEMA de Ribeirão Pires tem como objetivo formar os protetores das nascentes - pessoas que cuidarão da recuperação e preservação das nascentes - do município que hoje contribui com 15% da água que abastece a região metropolitana através da represa Billings.
Segundo o secretário de Meio Ambiente, Gerson Goulart, o programa é a maior iniciativa já lançada pelo poder público para recuperação das nascentes da Estância. "O objetivo é realizar uma ação de prevenção, conservando o que ainda resta e recuperando o que está degradado", afirma.
A mata que resguarda o caminho das águas protege e alimenta a beleza natural que a cidade oferece.  Os afluentes são pequenos cursos d'água que constituem os córregos. Esses corpos d'água se unem em um determinado ponto formando os riachos, ribeirões e os rios das cidades. Atualmente, Ribeirão Pires possui 382 nascentes das quais 40 foram suprimidas por degradação ambiental, consequência da ação do homem no meio ambiente causando  poluição de diversas formas, além das construções irregulares.