Secretarias > Transporte e Trânsito

Educação para o Trânsito

Sobre a Educação para o Trânsito:

No trânsito, assim como em outros diferentes fenômenos do cotidiano, nota-se a urgência e a necessidade de buscar educar para a valorização da vida, para respeito ao próximo, e para uma convivência tranquila. Na atualidade este é um aprendizado muito importante e deve ser valorizado, pois conviver é uma necessidade e saber conviver é essencial.

Como fator de mudança, renovação e progresso, buscando levar ao crescimento de cada membro envolvido e, assim, do município como um todo, o programa municipal de Educação para o Trânsito é o recurso utilizado para dar fundamento a toda ação educativa que envolve o processo de ensinar e aprender sobre práticas seguranças no trânsito.

Com o intuito de criar ambiente que estimule o desenvolvimento de tarefas que ajudem os membros da equipe de Educação para o Trânsito, a Secretaria de Transportes e Trânsito realiza trabalho de educação permanente dentro dos propósitos básicos de liberdade e respeito ao outro, além de buscar ações lúdicas e pedagógicas que estimulem cada faixa etária abrangida pelo projeto.

Objetivo geral do Programa de Educação para o Trânsito

Promover educação para o trânsito que possibilite ao usuário a apropriação de conhecimento e o desenvolvimento de suas competências e habilidades, formando pedestres, passageiros, ciclistas, motociclista e condutores conscientes, participativos, responsáveis e capazes de promover transformações no trânsito.

• Espaço de Convivência de Educação para o Trânsito

Com o objetivo de oferecer um espaço de convivência para educação em prol do exercício de aprender sobre educação para o trânsito, desenvolver a democracia do espaço público, gerenciar ideias sustentáveis, participar de forma colaborativa, administrar conflitos e se esforçar para o bem comum, a Secretaria de Transportes e Trânsito criou o Espaço de Convivência de Educação para o Trânsito.

As atividades no local são feitas em grupos, organizados a partir da faixa etária ou da demanda apresentada, complementando o trabalho realizado nas escolas, em empresas e no curso de multiplicadores de educação para o trânsito.

• Palestras em organizações públicas e privadas

Diante dos altos índices de acidentes de trânsito ocorridos durante o percurso dos trabalhadores casa-empresa e, consequente, prejuízo humano e financeiro sofrido pela população, a Secretaria de Transportes e Trânsito promove ações educativas em organizações públicas e privadas da cidade. As palestras têm o objetivo de sensibilizar, orientar, motivar e levar o trabalhador a uma reflexão sobre a necessidade de desenvolver novos comportamentos no trânsito. Estas atividades são, em sua maioria, desenvolvidas na Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) ,que acontece anualmente nas empresas.

• Curso de Multiplicadores

Serviços realizados em grupos, em parceria com organizações e instituições do município (centros comunitários, ONGs, igreja, centro de formação de condutores). São realizadas intervenções nas organizações e instituições citadas, ou aquelas que apresentarem interesse. A ação é planejada para aproximar o órgão de trânsito municipal e a população, ampliando a visão e conhecimento de trânsito dos participantes. Tem por objetivo formar multiplicadores de Educação para o Trânsito que possam difundir uma cultura de trânsito humanizado.

• Atendimento escolar (ensino infantil, fundamental, médio e universitário)

Ensino Infantil: As ações ocorrem dentro do ambiente escolar ou no Espaço de Convivência de Educação para o Trânsito. Objetivo: envolver, com atividades pedagógicas e brincadeiras, o aluno, para auxiliá-lo a assimilar os conhecimentos de trânsito, em uma concepção que faz da experiência lúdica uma forma privilegiada de expressão, interação e proteção da criança. Todas as escolas podem participar: redes municipal, estadual ou privada.

Agendamento pelo telefone (11) 4825-5083.

Mais informações também pelo e-mail: transito@ribeiraopires.sp.gov.br

Ensino Fundamental: As ações ocorrem dentro do ambiente escolar ou no Espaço de Convivência de Educação para o Trânsito. As atividades são aplicadas de acordo com a faixa etária, respeitando o limite de aprendizagem de cada turma atendida. Tem por objetivo ampliar a visão e o conhecimento de trânsito, desenvolvendo orientações por meio do lúdico, do brincar e nas apresentações de teatros de fantoche e filmes. Todas as escolas podem participar: redes municipal, estadual ou privada.

Agendamento pelo telefone (11) 4825-5083.

Mais informações também pelo e-mail: transito@ribeiraopires.sp.gov.br

Ensino Médio: As atividades, realizadas com grupos de adolescente, são interativas e baseadas em debates e palestras, com participação de autoridades como Polícia Rodoviária Federal, SAMU, GCM, e outros parceiros. Tem por objetivo promover trocas de experiências e conhecimentos, esclarecer dúvidas e expor ideias e opiniões. Todas as escolas podem participar: redes municipal, estadual ou privada.

Agendamento pelo telefone (11) 4825-5083.

Mais informações também pelo e-mail: transito@ribeiraopires.sp.gov.br

Ensino Superior: Serviço realizado exclusivamente na Semana Nacional do Trânsito. Organizado a partir do tema da campanha anual. Pauta-se em debate temático nas universidades com a presença de autoridades convidadas, como Polícia Rodoviária Federal, SAMU e GCM. Objetivo: estabelecer discussões reflexivas.

• Trânsito itinerante

A “Formação Itinerante” é uma atenção sistematizada prestada à população com o objetivo de estimular e mobilizar a população para a participação no trânsito mais humanizado.Serviço realizado com um veículo identificado e dotado de equipamentos (material didático, tenda, material informativo, entre outros), garantindo aquisições progressivas de formação e informação à população. Forma de intervenção social planejada que cria, estimula e orienta moradores na construção e reconstrução de novas visões para o trânsito.

• Campanhas Educativas

Por meio de dados estatísticos, traçam-se mapas dos acidentes de trânsito, locais com maiores índices de ocorrências e atuações de trânsito. Através dessa mensuração, são programadas ações preventivas direcionadas a diminuir os problemas registrados.

Principais Campanhas:

- Programa Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito:

De acordo com o mapa de acidentes de trânsito, traçado em 2013, entre as vias de jurisdição municipal com maior índice de ocorrências, estão: Avenidas Francisco Monteiro e Humberto de Campos, seguidas das Avenidas Prefeito Valdírio Prisco, Kaethe Richers, e Capitão José Gallo. Já nas rodovias de responsabilidade do Estado, Índio Tibiriçá e Estrada do Sapopemba, existem os maiores recordes de acidentes com vitimas fatais.

Preocupada com esta realidade, a secretaria de Transporte e Trânsito lançou o “Programa Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito”, com objetivo de reduzir os registros, principalmente de vítimas fatais.

- Campanha Calçada Livre, esse espaço é do Pedestre:

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB, Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997) autoriza o trânsito de veículos sobre calçadas somente para que estes adentrem ou saiam dos imóveis e das áreas especiais de estacionamento. Transitar sobre passeios ou calçadas em desacordo com a permissão consiste em infração gravíssima. Mesmo os ciclomotores são proibidos de circular nesses espaços.

A Secretaria de Transportes e Trânsito realiza campanha voltada para conscientizar motoristas sobre a infração e evitar transtornos a pedestres.

- Campanha de Conscientização e Respeito à Vaga destinada a Idosos e Deficientes:

O uso indevido de vagas destinadas à pessoas com deficiência ou idosos em logradouros públicos motivou o lançamento da campanha de Conscientização e Respeito a Vaga destinada a Idosos e Deficientes. Como a principal desculpa para a ocupação de vagas para deficientes e idosos é sempre a do pouco tempo de permanência no local, “o apenas um minuto”, a STT pretende chamar a atenção da sociedade para a necessidade de respeito a essas vagas de estacionamento. O propósito da campanha é provocar a reflexão que mesmo “um minuto” é muito tempo para quem precisa daquela vaga.