Turismo

Festa do Pilar

Um dos mais tradicionais eventos da região do Grande ABC. Acontece anualmente, no início de maio, nas imediações da Igreja de Nossa Senhora do Pilar, erguida em 1.714 pelo capitão-mor Antônio Corrêa de Lemos.


Em 2014, a78ª edição da festa celebrou os 300 anos da Igreja, que é patrimônio histórico e cultural da cidade tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo.


Existem algumas versões para a origem da festa. Antigos moradores da região contam que a Igreja foi escolhida como local para as comemorações do Dia do Trabalho, em 1º de maio. De acordo com registros da Cúria Metropolitana, José Obeda, morador de Santo André, em cumprimento a promessa, passou a organizar romarias em direção à Capela do Pilar.


Sobre a Igreja de Nossa Senhora do Pilar:


De acordo com registros históricos, a Igreja foi construida por Corrêa Lemos em cumprimento de promessa, por ter tido grave enfermidade curada. Em homenagem à Nossa Senhora do Pilar, Lemos ergueu a capela e trouxe imagem da Santa da Espanha.


Pesquisas indicam que a igreja, em taipas de pilão, com 40 cm de espessura, foi abençoada pelo Frei Pacífico no dia 25 de março de 1.714. Apesar de existirem várias vertentes explicando sua construção, a Capela, localizada na Avenida Santa Clara - bairro Santa Clara - é importante marco para toda a região, uma vez que ao seu redor surgiram os primeiros núcleos de moradores da cidade.


A partir da Capela, foi formado pequeno povoado às margens do rio Guapituba e próximo a sua nascente, que alguns denominavam de Geribatiba. Registros apontam que a construção da igreja ocorreu, inicialmente, entre 1.549 e 1.550, sofrendo posteriormente várias reformas e modificações.

 

Foto: Gabriel Mazzo.

Galeria de Imagens

  • 78º Edição - Festa do Pilar